O Atlantic Music Expo (AME-CV) tem a sua moeda complementar denominada Kretcheu, desde 2013 e homenageia António Travadinha, Nha Nácia Gomes e Cesária Évora.

As faces destes artistas estão estampadas, respectivamente, em notas de 100, 500 e 1000 escudos.

De acordo com uma nota da organização, a moeda oficial do AME “Kretxeu”, a moeda de troca do evento, vai servir para realização de todos os pagamentos feitos aos artistas e participantes da feira da música, que decorre de 08 a 13 de Abril, na Cidade da Praia e extensão em São Vicente.

Kretxeu é aceite nos principais bares, restaurantes e esplanadas da capital com protocolos com A AME-CV 2017.

A mesma fonte realça que Cabo Verde é o primeiro país da África a introduzir uma moeda complementar/social, tendo já partilhado a sua experiência com Moçambique e Angola na introdução da moeda complementar.

Moedas complementares são moedas não-oficiais, utilizadas por grupos identificados, como um clube, ou por participantes dos eventos, geralmente para troca de serviços ou produtos.

Essas moedas não valem como reserva de valor, mas apenas como meio de troca para se vender e comprar produtos ou serviços com um grupo ou em uma região delimitada.

Com Inforpress.

 

CIDADE VELHA


30 January 2017 1238
A empresa municipal ‘Serviço Autónomo do Turismo’ foi criada com a missão de gerir o circuito turístico da Cidade Velha, Património da Humanidade, afirmou o Presidente da Câmara Municipal de Ribeira Grande de Santiago, Manuel de Pina.
12 February 2017 1465
A Cidade Velha (localizada em Cabo Verde) foi declarada Patrimônio Mundial da Humanidade no dia 26 de junho de 2009, numa decisão da UNESCO, órgão da União das Nações Unidas (ONU) que cuida da educação e da cultura.
12 February 2017 1472
E, dois anos mais tarde, foi lá criada a primeira cidade do mundo construída por europeus nos trópicos, mais precisamente por Portugal, tornando-se a primeira capital do arquipélago, título que ostentou até 1770, quando se deu a passagem oficial para a Praia de Santa Maria, a actual Cidade da Praia (em actualização).

REDE VERDE

Governo cabo-verdiano já admite eventual mau ano agrícola

O Governo já admite o cenário de um mau ano agrícola em Cabo Verde, mas está preparado para elaborar um plano de emergência, anunciou o ministro cabo-verdiano da Agricultura e Ambiente, Gilberto Silva.

REDE NEGÓCIOS

Empresários cabo-verdianos querem internacionalizar seus negócios

Empresários, empreendedores, administradores, gestores, quadros técnicos e consultores participam, em Outubro, numa formação sobre “Preparação e estratégia para internacionalização”, promovida pela Câmara de Comércio do Barlavento (CCB).

REDE SAÚDE

Fisioterapeutas reúnem-se numa associação pensando numa ordem

Os fisioterapeutas de Cabo Verde têm uma associação reconhecida em Maio de 2017 e pensam já em se transformar, a curto prazo, numa ordem profissional, garantiu Dalva Correia, presidente da Associação de Fisioterapeutas de Cabo Verde (AFCV).

ARTIGOS DE OPINIÃO

África sem Mandela - Um monólogo de Corsino Tolentino

Como falar da dimensão simbólica de Nelson Mandela, nascido no dia 18 de Julho de 1918 e falecido no dia 5 de Dezembro de 2013, 95 anos depois?

EDITORIAL

Viajar no tempo das máquinas de escrever com Overtype

Overtype é um site que simula a utilização de uma máquina de escrever dos tempos idos num moderno computador. 

ENTREVISTA

Notável clarinetista cabo-verdiano de nome Cesário Duarte "Cesário Boca"

Compôs uma música em tributo a um compadre. Na hora “H” muda o refrão, coloca seu nome por receio à zanga do compadre.