A FIFA anunciou sexta-feira, 27 Outubro, um aumento de 12 por cento nos prémios para as 32 selecções nacionais a participarem no Mundial de 2018, na Rússia, fixando-os em 400 milhões de dólares americanos. No Mundial anterior a quota fixada pela FIFA fora de 358 milhões de dólares.

A bolsa da edição anterior no Brasil foi de 358 milhões de dólares americanos dos quais 35 milhões de dólares foram para a Alemanha, enquanto campeã mundial, e 25 milhões para a Argentina como finalista, ao passo que os países eliminados na fase de grupos receberam oito milhões de dólares.

O Conselho da FIFA anunciou que os 32 países do Rússia 2018 vão partilhar 400 milhões de dólares, ou seja, um aumento de 12% em relação ao torneio de 2014.

A FIFA  também aprovou a decisão de melhorar as regras do concurso para o Mundial de 2026 e nomeou os membros do Grupo de Trabalho sobre a avaliação das propostas.

Foram também confirmadas as datas de vários torneios da FIFA no futuro, incluindo o Mundial de Clubes do próximo ano nos  Emirados Árabes Unidos e o Mundial Feminino de 2019, em França.

Com Panapress.

 

MODALIDADES


22 September 2017 Modalidades 84
Os dirigentes dos Comités Paralímpicos dos países falantes da língua portuguesa discutiram, em Abu-Dhabi, a criação de uma Associação Lusófona de Paralímpicos para reforçar colaboração entre os países da Língua Portuguesa no movimento paralímpico.
1 September 2017 Modalidades 85
O brasileiro Andreow Parsons é o candidato lusófono para o Comité Paralímpico Internacional, cuja assembleia geral electiva desenrola-se nos dias 04 a 09 de Setembro, em Abu Dhabi.
27 August 2017 Modalidades 64
As ‘Tigres’ da Nigéria venceram, domingo, 27 de Agosto, em Bamako, o ‘Afrobasquete’ feminino de 2017 ao baterem as ‘Leoas’ do Senegal por 65/48 arrebatando a coroa ao Senegal. Moçambique ficou no quarto lugar e Angola no sexto.

AUTO MOTOR


Monday, October 02, 2017 Auto Motor 56
O holandês Max Verstappen (do Red Bull, na foto) venceu, domingo, 01 de Outubro, sua segunda corrida na Fórmula 1, no Grande Prémio da Malásia, depois de passar o poole Lewis Hamilton à quarta volta.
Friday, March 24, 2017 Auto Motor 102
O automobilismo volta em grande estilo com início do Mundial da Fórmula 1 no Grande Prémio da Austrália. Mercedes é favorito, mas Ferrari e Red Bull não vão facilitar. No entanto, Lewis Hamilton deu provas na pré-temporada em Montmeló.
Friday, March 24, 2017 Auto Motor 105
A Honda já fala num novo motor para o McLaren de Fernando Alonso, ainda sem a realização do Grande Prémio da Austrália. Dentro de dois meses o bólide poderá ter mais potência para fazer face ao favoritismo 'absoluto' de Lewis Hamilton.

REDE VERDE

Negar mudanças climáticas é atitude perversa diz Papa Francisco

O Papa Francisco enviou uma mensagem a COP23 onde realça que as mudanças climáticas são um dos piores fenómenos que a humanidade testemunha e pede colaboração entre líderes mundiais.

REDE NEGÓCIOS

Empresários cabo-verdianos querem internacionalizar seus negócios

Empresários, empreendedores, administradores, gestores, quadros técnicos e consultores participam, em Outubro, numa formação sobre “Preparação e estratégia para internacionalização”, promovida pela Câmara de Comércio do Barlavento (CCB).

REDE SAÚDE

África Avanza em cooperação prática e sucedida com hospital do Sal

África Avanza faz a sua XXV missão na ilha cabo-verdiana do Sal com o projecto “Médicos solidários para com Cabo Verde”. Desde sexta-feira, 20 de Outubro, um ginecologista, um cirurgião, um farmacêutico e um membro da Organização cumprem a missão que termina a 29 de Outubro.

ARTIGOS DE OPINIÃO

África sem Mandela - Um monólogo de Corsino Tolentino

Como falar da dimensão simbólica de Nelson Mandela, nascido no dia 18 de Julho de 1918 e falecido no dia 5 de Dezembro de 2013, 95 anos depois?

EDITORIAL

Viajar no tempo das máquinas de escrever com Overtype

Overtype é um site que simula a utilização de uma máquina de escrever dos tempos idos num moderno computador. 

ENTREVISTA

Notável clarinetista cabo-verdiano de nome Cesário Duarte "Cesário Boca"

Compôs uma música em tributo a um compadre. Na hora “H” muda o refrão, coloca seu nome por receio à zanga do compadre.